• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Caso Amadeu Oliveira: Alegações orais marcadas para hoje no dia em que tribunal anuncia data da leitura do acórdão

O julgamento do advogado Amadeu Oliveira entrou na recta final e hoje serão conhecidas as alegações orais, no final das quais o tribunal que julga a causa deve marcar o dia da leitura do acórdão.

Caso Amadeu Oliveira: Alegações finais adiadas para 11 de Outubro para permitir junção de documentos solicitados pela defesa

O tribunal que julga o processo-crime que envolve o deputado Amadeu Oliveira adiou para 11 de Outubro as alegações orais por não ter sido possível à defesa juntar aos autos documentos que solicitou junto do STJ.

Confirmado. Paulo Veiga eleito líder da Bancada Parlamentar do MpD

Tal como Santiago Magazine anunciara, o deputado Paulo Veiga foi hoje, 29, confirmado como líder parlamentar do MpD. Numa primeira declaração Veiga reafirmou a aposta numa liderança pautada pelo diálogo, tanto interno, como também com os partidos da oposição.

“Únicas provas que existem contra mim são artigos de jornal, e-mails e WhatsApp descontextualizados” , afirma Amadeu em sede de julgamento

O advogado Amadeu Oliveira, acusado por quatro crimes, declarou ao cair da desta terça-feira, durante o seu julgamento, que existe uma “narrativa criada” para o condenar e que as “únicas provas” que existem contra si são artigos de jornal, e-mails e texto de WhatsApp “descontextualizados”.

Caso Amadeu Oliveira: Sessão marcada por acusação de testemunha a procurador enquanto defesa reitera “violação de imparcialidade” pelo tribunal

O 28º dia do julgamento do advogado Amadeu Oliveira ficou esta segunda-feira, 26, marcado pela acusação da testemunha António Monteiro, deputado, ao procurador Vital Moeda, que acusou de lhe fazer “perguntas insultuosas” durante a inquirição.

UCID manifesta preocupação com implementação de reforma educativa “às pressas”

A UCID revelou hoje, no Mindelo, preocupação pela forma como tem sido implementada a reforma educativa “sem o necessário” planeamento estratégico e operacional e “sem a envolvência dos professores”, e “às pressas”.

Uma abordagem crítica do romance A ÚLTIMA LUA DE HOMEM GRANDE, de Mário Lúcio Sousa - Parte IV

As pistas lavradas no livro ora em apresentação deixam poucas dúvidas, se pudermos descodificar as mensagens enviadas de Lisboa e Bissau aos conspiradores, depois emboscados na trágica noite de Conacri: “Não matem o Amílcar, por amor de Deus!” e “Luz verde à não luz vermelha!”. Facto é que pagou com a vida a circunstância de não querer deixar-se amarrar para ser exibido em Bissau e Lisboa como alegado terrorista acossado, capturado e vilipendiado , como em tempos passados acontecera com o Imperador de Gaza, Ngungunhane, e ademais se recusar a calar a boca, como irritado e...