• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Olavo Correia justifica aumento do serviço da dívida com “decisões” anteriores a 2016

O vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, afirmou hoje que o volume do serviço da dívida do país para este ano, de quase 221 milhões de euros, resulta das “decisões adotadas nas governações anteriores a 2016”.

Stock’ da dívida interna aumentou 15% até outubro

O ‘stock’ da dívida interna contraída pelo Governo aumentou 15,1% em dez meses de 2021, para mais de 97.122 milhões de escudos (872,2 milhões de euros) até outubro, segundo dados compilados hoje pela Lusa.

2021. O ano em que a Justiça esteve em xeque

A extradição do empresário e enviado especial colombiano Alex Saab para os Estados Unidos e a detenção do deputado Amadeu Oliveira, preso preventivamente, são dois casos que colocaram o sector da justiça cabo-verdiana na boca do mundo em 2021.

O governo causa mais prejuízos que as secas

As fontes que fornecem dados às Instituições Internacionais que avaliam Cabo Verde não são fidedignas. Mês sim, mês não ouvimos que instituição X ou Y classificou Cabo Verde como um dos países mais bem governados de África; um exemplo da democracia no mundo; um dos que mais respeita os direitos humanos e com nível baixíssimo de corrupção.

Homem e a sua circunstância

é sobretudo o peso da derrota - o 'score' do Veiga foi tão mixuruco, tão mixuruco, que o desencorajou da peregrina lenga-lenga de impugnação - que maiores danos e perturbação causa a Armindo Ferreira, que abatido e infeliz, mantem, contudo, irascível e em rixa com todos: os "notáveis do MpD", com o livro que publicou, com os jovens que não foram ao fandango do manequim Kalu! E vem-me este Nó-Górdio: se não se proibir a leitura do "A Cortina dos Milhões" ou, até do "Escândalo e Bênção" de Benoni, quando será a reconciliação plena do Pai da Constituição com jovens?

Sector do PAICV em RI foi ao fundo do poço nas Presidenciais  

O líder local do PAICV em RI não esteve nem aí para essas eleições presidenciais, outros elementos bem identificados e com encargos nas estruturas do partido e deputados eleitos “fugiram” para Cabo Verde nas vésperas das eleições para não tomarem parte na campanha, regressando apenas dois dias antes do dia 17 de outubro, para no dia da vitoria, de forma descarada, no lugar de regozijar com a vitória do candidato apoiado pelo PAICV estavam a puxar pelos números comparando-os às legislativas como se fossem mandatários de Carlos Veiga. Puxavam e oravam pela derrota de JMN em RI....

Rui Semedo anuncia candidatura à liderança do PAICV

O presidente interino do PAICV, Rui Semedo, acaba de anunciar publicamente que é candidato à liderança do partido nas eleições directas agendadas para 19 de Dezembro, que antecede o Congresso tambarina em a acontecer Janeiro do próximo ano.