• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Remodelação governamental. JPAI critica ausência de uma entidade para juventude

A Juventude do Partido Africano de Independência de Cabo Verde (JPAI) exigiu hoje que o Governo crie uma entidade que se responsabilize pela juventude duma forma concreta e que seja capaz de dar respostas aos desafios da juventude.Fidel Cardoso de Pina, fez esta exigência em conferência de imprensa, na sede do partido, na Cidade da Praia, ao se posicionar sobre a nova orgânica governamental, anunciada pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

“Unitel T+ abraça a cultura como um dos seus pilares de crescimento e sustentabilidade”

Palavras de Djamila Azevedo (foto no corpo da entrevista), Responsável pelas Relações Institucionais e Eventos da Unitel T+, numa conversa com Santiago Magazine, onde fala dos eventos I Love, que se realizam nos dias 23, no Sal, 24, em São Vicente e 28, na cidade da Praia, numa parceria com Sigui Sabura, “que é um dos maiores dinamizadores da indústria de entretenimento em Cabo Verde”.

Apelo à unidade dos filhos e amigos da ilha de Santiago

Santiago é a maior ilha do país, tanto a nível territorial como a nível populacional. Desde os tempos primórdios, os habitantes desta ilha têm sido corajosos, ousados e com objetivos previamente determinados. A agricultura, a pecuária e a pesca sempre foram atividades geradoras de rendimento para o povo desta ilha. Nestes últimos tempos, o turismo está a ganhar espaço paulatinamente. Todavia, o setor da educação precisa ser acarinhada e promovida.

Manuais escolares. PAICV recorre à PGR para esclarecer se houve corrupção, fuga ao fisco e violação da lei de aquisições públicas

Hoje, o PAICV fez entrar na Procuradoria-Geral da República (PGR) uma denúncia por indícios de corrupção no processo de concepção e edição dos manuais escolares, sob a responsabilidade da ministra da Educação, Maritza Rosabal.

Manuais escolares: Houve fuga ao fisco? Pode ser muito mais do que isso

O Estado enganou o próprio Estado? Tudo indica que é isto mesmo que aconteceu. O Ministério da Educação terá pago por um serviço que ao mesmo tempo declarou ter sido um donativo. Temos documentos que mostram uma presumível corrupção no negócio dos manuais escolares.