• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Pai que matou filha de 13 anos já foi detido

Umarú Djaló Ramos, principal suspeito do assassinato esta manhã, 11, da sua própria filha Ariela Ramos, de 13 anos, em Santa Cruz, já foi detido pelas autoridades policiais, após ter-se posto em fuga. Segundo oculares, estaria a tentar cometer suicídio quando foi pego numa achada ainda não muito longe do local onde a jovem Ariela foi encontrada morta com ferimentos no pescoço.

PGR acusa ex-gestores do HAN de falsificação e lavagem de capitais. Ex-ministra Cristina Fontes acusada de inserção de falsidade

O Ministério Público acaba de deduzir acusação contra os anteriores administradores e directores do Hospital Agostinho Neto, liderada então por Ricardina Andrade. Em comunicado, a Procuradoria Geral da República informa que acusou ‘seis Pessoas Singulares e Uma Pessoa Coletiva pela Prática de Vários Crimes’, onde se destaca a ex-ministra Adjunta e da saúde, Cristina Fontes Lima.

Seca severa na África: milhões de pessoas em insegurança alimentar

O corno de África está confrontado com uma das piores secas de que há memória. A situação está a atirar para uma situação de fome 20 milhões de pessoas. Esta é uma 'guerra' que não aparece nos noticiários do Ocidente, mas que anda a matar mais que a da Rússia vs Ucrânia.

Máfia de terrenos. Julgamento agendado para 6 de Junho

O juiz Antero Tavares, do primeiro juízo crime, marcou para o dia 6 de Junho o início do julgamento do megaprocesso de venda ilegal de terrenos da cidade da Praia que terá lesado o Estado em mais de 2 milhões de contos e em que estão como arguidos, por exemplo, o ex-governante e advogado Arnaldo Silva, o empresário Alfredo Carvalho e a sua empresa Tecnicil e o ex-vereador da Câmara Municipal da Praia, Rafael Fernandes, os herdeiros de Fernando Sousa, entre outros.

Presidente da República defende revisão da parceria com a União Europeia

O Presidente da República, José Maria Neves, defendeu hoje a revisão da parceria entre Cabo Verde e a União Europeia, assinada em 2007, para lhe dar novos contornos e adequá-la aos desafios emergentes da arena internacional.

Medidas administrativas na base do atentado contra Óscar Santos. Mandantes iriam pagar dois mil contos pelo serviço

Algumas medidas administrativas que deixaram certos operadores económicos do município da Praia enraivecidos poderão estar na base da tentativa de homicídio do ex-presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP) e actual governador do Banco de Cabo Verde, Óscar Santos, ocorrida a 29 de Julho de 2019. De entre as medidas está o cancelamento de licenças de táxi exploradas por procuração.

Atentado contra Óscar Santos. Quatro arguidos em prisão preventiva, e três proibidos de sair do país

O Tribunal da Praia mandou para prisão preventiva quatro dos oito suspeitos do atentado de há três anos contra o ex-presidente da Câmara Municipal da Paia, Óscar Santos, e que seriam os autores materiais da operação. Outros três, que, segundo a investigação a decorrer, seriam os potenciais mandantes, ficaram sob Termo de Identidade e Residência, com proibição de saída do país.