• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Uma brevíssima biografia político-ideológica do maior morto imortal da Guiné e de Cabo Verde - Sexta e Derradeira Parte

JORNADAS DE HOMENAGEM A AMÍLCAR LOPES CABRAL (TAMBÉM FESTEJADO COMO ABEL DJASSI) E DE CELEBRAÇÃO DA AMIZADE ENTRE OS POVOS DE CABO VERDE E DA GUINÉ-BISSAU POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 97º ANIVERSÁRIO NATALÍCIO DO MORTO IMORTAL, HERÓI DO POVO, PAI DAS INDEPENDÊNCIAS E FUNDADOR DAS NACIONALIDADES - ENQUANTO COMUNIDADES POLÍTICAS NACIONAIS INDEPENDENTES E SOBERANAS- DA GUINÉ-BISSAU E DE CABO VERDE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A VIDA E A OBRA DO REVOLUCIONÁRIO CABOVERDIANO-GUINEENSE AMÍLCAR LOPES CABRAL OU UMA BREVÍSSIMA BIOGRAFIA POLÍTICO-IDEOLÓGICA DO MAIOR MORTO IMORTAL DA...

Ministério do Turismo de Cabo Verde muda-se para o Sal este ano

A sede do Ministério do Turismo e dos Transportes de Cabo Verde vai mudar-se até final do ano da Praia para Espargos, na ilha do Sal, a mais turística do país, afirmou, em entrevista à Lusa, o ministro Carlos Santos.

Uma brevíssima biografia político-ideológica do maior morto imortal da Guiné e de Cabo Verde - Quinta Parte

JORNADAS DE HOMENAGEM A AMÍLCAR LOPES CABRAL (TAMBÉM FESTEJADO COMO ABEL DJASSI) E DE CELEBRAÇÃO DA AMIZADE ENTRE OS POVOS DE CABO VERDE E DA GUINÉ-BISSAU POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 97º ANIVERSÁRIO NATALÍCIO DO MORTO IMORTAL, HERÓI DO POVO, PAI DAS INDEPENDÊNCIAS E FUNDADOR DAS NACIONALIDADES - ENQUANTO COMUNIDADES POLÍTICAS NACIONAIS INDEPENDENTES E SOBERANAS- DA GUINÉ-BISSAU E DE CABO VERDE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A VIDA E A OBRA DO REVOLUCIONÁRIO CABOVERDIANO-GUINEENSE AMÍLCAR LOPES CABRAL OU UMA BREVÍSSIMA BIOGRAFIA POLÍTICO-IDEOLÓGICA DO MAIOR MORTO IMORTAL DA...

Descolonizar Cabo Verde – PARA ALÉM DA REMOÇÃO DAS ESTÁTUAS. É preciso questionar o mapa cognitivo imperial e os legados do colonialismo

Questionar o mapa cognitivo imperial e os legados do colonialismo implica tocar fundamentalmente na educação. Por isso, entendemos que é preciso ir mais longe: reformar e atualizar os conteúdos históricos dos currículos, dos programas, dos manuais escolares e outros recursos educativos e pedagógicos usados no ensino em Cabo Verde. O ensino e, sobretudo o ensino da História e da Cultura Cabo-verdianas, tem sido feito com base numa narrativa de glorificação colonial e de romantização dos vários enfrentamentos irreconciliáveis e contraditórios entre si que deram origem à...

A Diocese de Cabo Verde, apesar dos aspetos negativos ligados à colonização, permitiu o desenvolvimento do ensino e da cultura

… Durante cerca de 50 anos independentemente dos bons resultados na formação de futuros religiosos, foi também no Seminário de São Nicolau que foram formados a elite intelectual, funcionários, comerciantes… O Seminário era a única instituição de ensino, cultura e educação que o arquipélago possuía…

Cadastro Social Único: Fernando Elísio diz que PAICV “caiu no fundo do poço” e “até fala mal dos seus”

O ministro da Família, Fernando Elísio Freire, assegurou que as críticas do PAICV sobre o uso do Cadastro Social Único para fins eleitoralistas mostram que o partido “caiu no fundo do poço” e “até fala mal dos seus”. 

Uma brevíssima biografia político-ideológica do maior morto imortal da Guiné e de Cabo Verde I

JORNADAS DE HOMENAGEM A AMÍLCAR LOPES CABRAL (TAMBÉM FESTEJADO COMO ABEL DJASSI) E DE CELEBRAÇÃO DA AMIZADE ENTRE OS POVOS DE CABO VERDE E DA GUINÉ-BISSAU POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 97º ANIVERSÁRIO NATALÍCIO DO MORTO IMORTAL, HERÓI DO POVO E FUNDADOR DAS NACIONALIDADES - ENQUANTO COMUNIDADES POLÍTICAS NACIONAIS INDEPENDENTES E SOBERANAS- DA GUINÉ-BISSAU E DE CABO VERDE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A VIDA E A OBRA DO LÍDER REVOLUCIONÁRIO CABOVERDIANO-GUINEENSE AMÍLCAR LOPES CABRAL OU UMA BREVÍSSIMA BIOGRAFIA POLÍTICO-IDEOLÓGICA DO MAIOR MORTO IMORTAL DA GUINÉ E DE CABO...