• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Cremilda Medina: Quando dei por mim, já tinha abraçado a Morna

Dona de uma voz doce e melodiosa, ela canta o amor, a saudade, a nostalgia, o mar, a emigração, a partida e o regresso, o dia a dia do cabo-verdiano. Ela canta a Morna. Ela canta a Coladeira. Cantora e intérprete, natural do Mindelo, ela faz questão de manter as conexões com as raízes e tradições cabo-verdianas. Seu nome é Cremilda Medina, um retrato perfeito de uma geração que busca preservar as tradições e lança as bases para um futuro mais próspero e equilibrado no meio musical cabo-verdiano. Nesta entrevista ao Santiago Magazine, Cremilda fala da sua “íntima” relação...

Baía das Gatas 2019. ARC “afasta” José Leite de apresentar festival - seria o seu 20º

Pelas suas contas, José Leite já apresentou “pelo menos 19 festivais” dos 33 já realizados. Este ano, contudo, já não estará no palco do certame e cessa a sua contribuição com a organização. Tudo por causa de uma deliberação da Autoridade Reguladora de Comunicação Social.

35 anos de Baía das Gatas. Vlu mantém recorde de presenças no certame, Vasco Martins aproxima-se

O músico Vlademiro Ferreira, conhecido como Vlu, soma o maior número de participações no Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, tendo actuado em 18 das 33 edições do certame, em 34 anos.

Romeu di Lurdis promove primeira gala Voz da Liberdade na Praia

O evento acontece no dia 4 de julho, no Auditório Nacional, pelas 21 horas, e pretende homenagear Pedro Pires e Nha Balila, duas figuras incontornáveis da sociedade cabo-verdiana. Pedro Pires na política e Nha Balila nas artes e ativismo social.

Cremilda Medina vence prémio “Best World Music” nos EUA

Cremilda Medina acaba de conquistar o prémio “Best World Music” pelo segundo ano consecutivo nos IPMA International Portuguese Music Awards que se realizam anualmente em New Bedford, Massachusetts nos Estados Unidos da América.

“Berço d'Morabeza” é novo videoclip da artista mindelense Cremilda Medina

Trata-se de um samba composto por João Carlos Silva e Anísio Rodrigues e que faz parte do álbum “Folclore” que a artista editou em finais de 2017. O lançamento do vídeo produzido por Kriolscope acontece hoje, dia 19 .

CVMA 2018. Élida Almeida, a mais premiada

Élida Almeida foi a mais premiada da noite com quatro galardões: "Melhor Interprete Feminino", "Álbum do Ano" com "Kebrada", "Melhor Funaná" com "Grogu Kaba" e "Música Tradicional" com "Bersu D'oru". Esta jovem prodígio é natural de Santa Cruz, terra de Carlos Alberto Martins (Katxás), Nasia Gomes, Antão Barreto, Sema Lopes - o berço do ouro das músicas tradicionais de Santiago e de Cabo Verde.