• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Praia. Tribunal aplica Apresentação Periódica e interdição de Saída do País ao suspeito da morte da jovem “Kuka”

O tribunal da Praia aplicou apresentação Periódica e Interdição de Saída do País como medida de coação a um indivíduo de 32 anos, acusado de ter provocado a morte da jovem Ivanilda “Kuka”  Santos, de 30 anos, em Monte Vermelho, na Praia, a 21 de Agosto de 2021.

Mindelo. Polícia Judiciária apreende 81 quilos de cannabis no cais de cabotagem

A Policia Judiciária através do Departamento de Investigação Criminal do Mindelo, apreendeu na tarde desta sexta-feira, no cais de cabotagem do Mindelo, 81 Kg de cannabis, e um fuzil de assalto de 9mn, e efetuou a detenção de dois indivíduos.

Brasileiro detido em aeroporto de Cesária Évora com mais de seis quilos de cocaína

Um brasileiro foi detido pelas autoridades cabo-verdianas no aeroporto Cesária Évora, na ilha de São Vicente, com 6.160 gramas de cocaína, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ) de Cabo Verde.

Parlamento: Partidos apelam à disponibilização de informações sobre investigação de crianças desaparecidas

O PAICV, MpD e a UCID uniram-se esta quinta-feira, 10 de março, no parlamento para apelar ao Governo e as àutoridades judiciais para que as famílias das crianças desaparecidas em Cabo Verde sejam informadas sobre os meandros da investigação dos casos.

Praia. Prisão preventiva para mulher detida com droga no aeroporto

Tribunal da Praia mandou para o calabouço a uma mulher detida pela Polícia Judiciária (PJ) no sábado, no Aeroporto Internacional Nelson Mandela, da Praia, por suspeita da prática de crime de tráfico internacional de drogas.

São Vicente: tribunal manda para cadeia suspeito de VBG e ofensa à integridade física

 O Tribunal da Comarca de São Vicente mandou esperar pelo desfecho do caso em prisão preventiva um homem de 38 anos indiciados pela prática continuada de crimes de VBG e Ofensa à Integridade Física.

Carta Aberta ao Procuradoria da República Comarca de Santa Cruz

Senhor Procurador da Comarca de Santa Cruz, os familiares de Edmilson Fernandes Tavares, estão lesados até ao âmago do seu ser, consternados e revoltados com a tórpida perplexidade que se vislumbra na sua (in)ação enquanto promotor de justiça, comprometido com a Constituição da República de Cabo Verde que lhe impõe cumprir e aplicar a lei. E vem por esta implorar, não diria o acelerar do processo, mas sim, o arranque do processo que jaz dormente há quase 5 anos nas empoeiradas prateleiras da instituição que vossa excelência ministra.