• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Novo Banco. Ex-PCA esperava pela recapitalização e não o encerramento do banco

“Não podemos analisar a viabilidade de um banco apenas com cinco anos. Os bancos dão empréstimos para 30 anos, no mínimo temos que analisar a sua viabilidade a longo prazo”, defende António Baptista.

Caso Novo Banco. CPI quer saber como surgiu a lista dos clientes do NB

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) vai ouvir hoje o presidente da Comissão de Protecção de Dados e o director do jornal A Nação sobre a quebra do sigilo bancário e a publicação da lista dos 50 maiores clientes do Novo Banco.

JHA desmente UCS e diz que PAICV não fez sondagens há mais de um ano

Guilherme Flor, representante da Marktest, empresa que segundo Ulisses Correia e Silva (UCS), terá feito a sondagem encomendada por Janira Hopffer Almada (JHA), diz que não fez qualquer estudo de opinião encomendado pelo PAICV, desde Agosto de 2016.

Reforma do Regimento da Assembleia Nacional. Kalko Lobo

Esta reforma parece kalko lobo – uma forma de dar um kasso bodi no dinheiro do povo, aumentando a tabela salarial dos deputados. Os cabo-verdianos devem ficar de olho porque os políticos querem comer a carne e chupar o osso! Tudo na calada da aprovação da Reforma do Regimento da Assembleia Nacional

TACV. Governo autoriza novo empréstimo bancário de 200 mil contos junto do BPI

Em nota justificativa a propósito desta autorização, publicada no BO de segunda-feira, 24, o governo diz que a companhia “depara-se com a necessidade de recorrer a um empréstimo bancário”, e que a empresa tinha contactado o BPI desde o início do ano.

"Prateleira", descontinuidade do Estado e democracia de fachada

1. Ao olharmos para a relativamente longa lista de sinais existentes, a prática chamada de "prateleira" aparece como um dos indicadores mais fortes da pobreza e fragilidade da democracia cabo-verdiana;

Cabo Verde. Ministro com perspectiva de crescimento mais optimista que BCV e FMI

Banco Central estima que a economia cabo-verdiana irá crescer entre 3 e 4%. Olavo Correia fala em 5,5% em 2018, devendo chegar aos prometidos 7% de crescimento do PIB no terceiro ano do mandato.