• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Legislativas 2021: “Foi uma grande vitória, a vitória de Cabo Verde”, diz Ulisses Correia e Silva

O presidente do Movimento para a Democracia (MpD), Ulisses Correia e Silva, considerou hoje que a vitória do seu partido nas eleições deste domingo foi uma “grande vitória, a vitória de Cabo Verde”. 

Fica para a história: Um Governo de um único mandato

Há já algum tempo que as sociedades vinham dando sinais desta mudança de valorização no campo político. A pandemia veio acentuar ainda mais esta necessidade de enfoque nas pessoas, mas o MPD não percebeu isso. Por isso, fez a demolição de casas de pessoas em plena pandemia, atirando famílias inteiras para o relento. Acresce-se a tudo isto, a extraordinária velocidade de penetração que as redes sociais criaram, acelerando a avaliação e, consequentemente, a consagração ou a condenação pública – em função do desempenho. Por tudo isto, considerando os cenários analisados,...

DOS EX TA KOBA KUNPANHERU – Tersera párti

Malandru e Maruka di-bo. Ki e diferenti di tudu algen. Te di Santu. Son Pedru flaba ma so e ta kriditaba si e odjaba. Maraku fla ma si nu kridita na kultura, ma nu ta odja-l. Ker dizer ki kultura e so pa kenha ki ten fé. Sima kusa ki nhos ka sta kumunista más!

É KA LOBU KI FASE - PARTI 5 [I ÚLTIMU]

[STÓRIA DI NHA TIU LOBU KONTADU NA SI PROPI VOS]

Cúpula do MpD elege Amadeu como alvo a ser abatido e instiga ao ódio e violência entre ilhas (video)

Num comício realizado ontem, 15, em São Vicente, na zona de Monte Sossego, bairro mais populoso da cidade do Mindelo, a cúpula do MpD, liderada pelo cabeça-de-lista ventoinha para aquela ilha, o Ministro Paulo Rocha, acompanhado do Presidente da Câmara Municipal, Augusto Neves, e pela Deputada Nacional Mircea Delgado, não escondeu que o adversário principal do MpD na região Norte é Amadeu Oliveira - candidato da UCID para a ilha do Monte Cara nas eleições de domingo, 18 - a quem apelidaram de ser "um gongon, um fugitivo da justiça, um desavergonhado e um confusento que só sabe...

É KA LOBU KI FASE - PARTI 4

[STÓRIA DI NHA TIU LOBU KONTADU NA SI PROPI VOS]

Eleições de 18 de abril. A escolha entre inclusão, justiça social e o desenvolvimento para todos e a delapidação do património do Estado

PAICV, definitivamente, tem assumido a missão histórica de refundar e resgatar o país. Fê-lo em 1975 quando refundou a Nação caboverdeana, salvando-a do destino da colonização; resgatou Cabo Verde em 2001 quando o MPD tinha destruído a credibilidade internacional do nosso país, com vários parceiros a deixarem estas ilhas e com dívidas externas a acumularem-se e até salários dos funcionários a falharem; e PAICV tem, novamente, esta missão de resgate, agora no dia 18 de abril. É urgente estancar este processo de delapidação dos recursos do Estado.