• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Gestores públicos na mira da entidade reguladora de aquisições do Estado

Autoridade Reguladora das Aquisições Públicas (ARAP) promete mão firme aos prevaricadores da contratação pública cabo-verdiana. Mas exige melhores condições para exercer o seu trabalho com eficácia já a partir do próximo ano.

NHOS DAN APOIU

Há uma coisa que me irrita bastante e me perturba, cada vez que vejo o Telejornal, principalmente na RTC: os pedidos de apoio. Essa atitude pedinchona está de tal modo impregnada na mentalidade do Cabo-verdiano, que se tornou moda (como dizemos no interior de Santiago, “dja bira kontu nobu”).

Portugal deve pedir desculpas pelo tráfico de escravos e “desumanidades do passado”

Historiadores norte-americanos defendem que os líderes políticos portugueses devem pedir desculpas pelo papel do país no tráfico de escravos e incentivar uma discussão sobre o tema na sociedade portuguesa.

Sabe quem é o “Obama da Amadora” que quer ser autarca em Portugal? Mário Carvalho. E é cabo-verdiano

Nasceu em Santiago, é jurista e apelidam-no de o 'Obama da Amadora'. Concorre a presidente da Câmara nesse município de Portugal.

Manifestação 5 de Julho. Fogo e Sal fazem eco de São Vicente

A manifestação popular em São Vicente, prevista para amanhã, 5 de Julho, já contagiou outros pontos do país. Em Chã das Caldeiras (Fogo) e no  Sal há gente disposta a sair às ruas.

Alexandre Novais. “Seria uma aberração construir o Campus só em São Vicente, assim como o é só em Santiago”

Para Alexandre Novais, ex-deputado nacional nas listas do PAICV por São Vicente, e responsável pela Petição Pública online a favor da divisão do Campus da Uni-CV em dois pólos, o “Campus do Palmarejo não é bom para Cabo Verde”.

Rabidantes. “Mulheres de luta, de um quotidiano marcado pela luta”

Tatiana Reis. Mulher, jovem, historiadora, professora universitária, activista do movimento negro e do movimento de mulheres negras no Maranhão (Brasil) e brasileira afro-descendente. É essa “auto-classificação” identitária que a instigou a conhecer a África, e essa oportunidade surgiu no âmbito da sua tese de doutoramento que a fez descobrir Cabo Verde. Assim, desde 2011, tem realizado pesquisa de campo, em Cabo Verde, com rabidantes, e em particular, explorando os circuitos e as trajectórias do comércio “transatlântico” das mulheres cabo-verdianas, que ela mesma...