• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Turistas nigerianos apresentam queixa contra Cabo Verde após deportação

Um grupo de turistas nigerianos apresentou uma queixa ao Governo da Nigéria contra as autoridades cabo-verdianas pela recusa de entrada em Cabo Verde, e deportação, alegando que apenas os portadores de passaporte ocidental tiveram autorização para entrar.

Breves considerações relacionadas às condutas das campanhas eleitorais

O Presidente do Movimento para a Democracia (MpD) e o próximo Primeiro-Ministro, Dr. Ulisses Correia e Silva, vai cumprir o compromisso assumido com Cabo Verde, construindo e edificando, em diálogo aberto e franco com os seus concidadãos no país e na diáspora, um novo desígnio para o desenvolvimento do país. Conforme ele mesmo disse na sua intervenção na sessão plenária de Março, aquando da última sessão da IX legislatura, por ocasião do Balanço da sua governação, o seu governo compriu o essencial do seu programa em contexto extraordinário desde 2016, quando optou pela...

Fraude eleitoral

Em democracia vale a pena respeitar as regras do jogo muito mais do que os os eventuais resultados alcançados nas eleições, pois que, alguém vai ter que ganhar e alguém vai ter que perder e isso é normal e saudável. Agora, a fraude eleitoral, manipulações constituem práticas nocivas aos princípios democráticos da soberania popular, estado de direito democrático, liberdade, igualdade, dentre outros valores e princípios.

Cremilda Medina: Quando dei por mim, já tinha abraçado a Morna

Dona de uma voz doce e melodiosa, ela canta o amor, a saudade, a nostalgia, o mar, a emigração, a partida e o regresso, o dia a dia do cabo-verdiano. Ela canta a Morna. Ela canta a Coladeira. Cantora e intérprete, natural do Mindelo, ela faz questão de manter as conexões com as raízes e tradições cabo-verdianas. Seu nome é Cremilda Medina, um retrato perfeito de uma geração que busca preservar as tradições e lança as bases para um futuro mais próspero e equilibrado no meio musical cabo-verdiano. Nesta entrevista ao Santiago Magazine, Cremilda fala da sua “íntima” relação...

Mercado de Coco. Mais de 1 milhão de contos já enterrados e sem data de conclusão à vista. Francisco Carvalho fala em “obra da vergonha”

Cerca de um milhão contos já consumidos, em 10 anos de construção, a obra do Mercado de Coco ainda vai longe da conclusão, tendo passado pelas mãos de 3 empresas de construção: Construções de Cabo Verde (CVC), Sogei e Consórcio Elevolution/Construção Barreto. Com orçamento inicial de cerca de 350 mil contos, esta “obra da vergonha”, como adjetivou o presidente da Câmara Municipal da Praia, Francisco Carvalho, já atingiu uma derrapagem financeira de mais de 300 por cento, prevendo-se que até 2030 poderá custar só em juros junto da Bolsa de Valores acima de 520 mil contos.

PAICV aponta falhas nos transportes como uma das “maiores evidências” de uma “desastrosa governação”

A líder do PAICV afirmou hoje que o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, falhou nos seus compromissos mais emblemáticos, apontando as falhas no sector dos Transportes como uma das maiores evidências de uma “desastrosa governação”.

Nha Madastra – (Kinta párti) - TERSERU ATU

Bu pode tene bu rezon, mas, si dja e kre tra-u… sai, rapas! Odja so kalor ki sa ta fase, i sima sa ta fase kalor di diâ, si ki di noti ta fase friu. Bu sta nunpriti, bu ka tene koltxon nen lansol. Kel ar ki ta kanba li, ta ben pa tubu ki sta dentu’l paredi. Pode parse algun xuxanti ki tapa-u braku riba la na tedjadu, ar ka ta kanba… módi ki bu ta raspira? Si fase-u un atakason, kenha ki ta rabate-u? Guardas so ta ben ten ku bo, si da-s na kabésa, na óra di kebra-djudjun ku na óra di djanta di kel otu diâ.