• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Profanações. “Torturados” de Ribeira da Barca também reclamam pensão financeira

Um grupo de seis indivíduos membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia na Ribeira da Barca, Santa Catarina, que afirmam terem sido torturados nos anos 90, juntamente com mais 30 cidadãos locais, por suposto envolvimento nas profanações de templos católicos ocorridas entre 1995 e 1996, exigiram desde o ano ano passado uma pensão financeira mensal, à semelhança da que foi atribuída aos familiares das vítimas dos abusos em São Vicente e Santo Antão. Até agora nada. Mas não se demovem de lutar pelos seus direitos.

Lucros do grupo Cabo Verde Telecom cresceram mais de 10% em 2020

Os lucros do grupo estatal Cabo Verde Telecom (CVTelecom) aumentaram 10,5% em 2020, para mais de 1,8 milhão de euros, e pelo segundo ano consecutivo as vendas voltaram a crescer, apesar da crise provocada pela covid-19.

Pena alternativa. Ministra da Justiça defende trabalhos comunitários para crimes menos graves

A ministra da Justiça, Joana Rosa, defendeu esta quarta-feira, 15, a necessidade da criação de condições para que os tribunais possam verdadeiramente aplicar penas alternativas com trabalhos comunitários para os crimes considerados “menos graves”.

Uma brevíssima biografia político-ideológica do maior morto imortal da Guiné e de Cabo Verde - Sexta e Derradeira Parte

JORNADAS DE HOMENAGEM A AMÍLCAR LOPES CABRAL (TAMBÉM FESTEJADO COMO ABEL DJASSI) E DE CELEBRAÇÃO DA AMIZADE ENTRE OS POVOS DE CABO VERDE E DA GUINÉ-BISSAU POR OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DO 97º ANIVERSÁRIO NATALÍCIO DO MORTO IMORTAL, HERÓI DO POVO, PAI DAS INDEPENDÊNCIAS E FUNDADOR DAS NACIONALIDADES - ENQUANTO COMUNIDADES POLÍTICAS NACIONAIS INDEPENDENTES E SOBERANAS- DA GUINÉ-BISSAU E DE CABO VERDE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A VIDA E A OBRA DO REVOLUCIONÁRIO CABOVERDIANO-GUINEENSE AMÍLCAR LOPES CABRAL OU UMA BREVÍSSIMA BIOGRAFIA POLÍTICO-IDEOLÓGICA DO MAIOR MORTO IMORTAL DA...

Presidenciais’2021: José Maria Neves apela a não utilização dos recursos do Estado para fins eleitorais

O candidato José Maria Neves afirmou hoje que em “condições normais” a sua candidatura sairá vencedora nas próximas eleições, tendo apelado a não utilização dos recursos do Estado “para condicionar ou limitar” a liberdade de escolha do eleitorado.

Nomeações e demissões na ADMINSTRAÇÃO PÚBLICA CABO VERDIANA à moda do chefe

“Repentinamente” o Chefe decidi fazer a mudança, tudo na maior descrição possível, e logo que fecha o negócio com o novo inquilino, começa a criar um ambiente de crispação, já não fala pessoalmente com o dirigente a ser demitido, envia mensagem pouco cordial, manda recadinhos com a Secretária, corta convites para cerimónias oficiais, em fim uma autêntica armadilha à moda do Chefe. É esse o cenário que se vive nalgumas instituições da República.

PAICV denuncia utilização pelo Governo de recursos públicos na campanha a favor de Carlos Veiga

Em conferência de imprensa o PAICV acusou o Governo de violar o Código Eleitoral, ao fazer “campanha a favor do candidato Carlos Veiga”, apoiado pelo MpD, partido que suporta o Governo no parlamento, utilizando recursos públicos.