• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Dia do pescador.   JHA presta homenagem aos homens do mar em Ribeira da Barca
Sociedade

Dia do pescador. JHA presta homenagem aos homens do mar em Ribeira da Barca

"Não se pode continuar sem capacidade, sequer, para fazer funcionar as Unidades de Transformação de Pescado ("Herança" da anterior Governação) e com máquinas de gelo todas danificadas, à espera de reparação mais de 2 anos. E a pesca semi-industrial e industrial, vai continuar nesse abandono, sem nenhum programa de requalificação ou substituição da frota nacional? Não se pretende promover a aquacultura como alternativa à pesca extrativa? Não se vai fazer o mapeamento das infraestruturas das pescas? E quando se pretende iniciar a sua requalificação? Que atenção se pretende dedicar à investigação, enquanto factor de sustentabilidade e desenvolvimento do Sector?", questiona a líder do PAICV

A líder do maior partido da oposição – o PAICV – foi a Ribeira da Barca visitar os pescadores. E, de regresso, escreveu na sua página pessoal do facebook, um conjunto de desabafos de alguém que está preocupadoa com um dos setores estratégicos do processo de desenvolvimento de Cabo Verde.

O território marinho é, com efeito, algo com que sempre o país lidou mal. Até este momento, mais de 4 décadas após a independência nacional, Cabo Verde continua sendo um país adiado, em vários setores, entre os quais o mar e as suas potencialidades.

Fala-se, fala-se muito, mas até este momento nada de concreto aconteceu. Os pescadores continuam perdidos no seu bote de boca aberta a fazer-se à costa, com grandes dificuldades de captura, mas também de conservação e transformação, enquanto que os nossos peixes são capturados a preços de banana por estrangeiros, num contrato que se abeira da indignidade.

Bem melhor, entretanto, que a pesca ilegal, pois nem capacidade para vigiar a costa ainda o país conseguiu assegurar. Há que, de facto, encarrar este país com mais responsabilidade e com mais competência. Falar menos e trabalhar mais, como vem alertando a líder do PAICV, Janira Hopffer Almada.

Eis aqui o texto. “Todo o nosso reconhecimento aos "Combatentes" do Mar, neste que é o seu Dia.

Estivemos, ontem, em Ribeira da Barca, uma Comunidade conhecida por ser Piscatória. Gente trabalhadora e corajosa, que enfrenta, todos os dias, as incertezas do mar, para procurar sustento para a família. Homens e Mulheres, Chefes de Família, que lutam arduamente e, assim como o País, vencem barreiras, fazendo o impossível, muitas vezes.

Essa gente, da Ribeira Barca e de todas as Comunidades Piscatórias do nosso País, precisa sentir que há um Governo que trabalha para melhorar a sua vida e que aposta na modernização do Sector das Pescas.

Este Sector tem um grande potencial para o crescimento do PIB, para o equilíbrio da balança de pagamentos e para o incremento do volume de exportações do País, para além do seu impacto na geração de empregos e de receitas, no combate à pobreza e na garantia da segurança alimentar.

É preciso potenciar os investimentos já realizados - como a Plataforma de Frio, os Portos e as PPP's - para incrementar a dinâmica do Sector.

As Pescas não podem continuar nesse abandono e descaso dos últimos 3 anos, em que os Pescadores não conseguem resposta e apoio sequer para a aquisição de materiais, quanto mais para a sua capacitação.

Não se pode continuar sem capacidade, sequer, para fazer funcionar as Unidades de Transformação de Pescado ("Herança" da anterior Governação) e com máquinas de gelo todas danificadas, à espera de reparação mais de 2 anos. 

E a pesca semi-industrial e industrial, vai continuar nesse abandono, sem nenhum programa de requalificação ou substituição da frota nacional? 

Não se pretende promover a aquacultura como alternativa à pesca extrativa? Não se vai fazer o mapeamento das infraestruturas das pescas?

E quando se pretende iniciar a sua requalificação? Que atenção se pretende dedicar à investigação, enquanto factor de sustentabilidade e desenvolvimento do Sector?

O País precisa de menos discursos e mais acção!

Trabalhar é preciso!

Que o Dia do Pescador sirva para que o Governo comece, de facto, a trabalhar na modernização do Sector das Pescas!”

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!