• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

OE´2022 aprovado na generalidade com votos contra do PAICV e abstenção da UCID

A proposta de lei que aprova o Orçamento do Estado para o ano económico 2022 foi aprovada na generalidade com 38 votos a favor da bancada do MpD, 28 contra do PAICV e três abstenções dos deputados da UCID.

Covid-19: Cabo-verdianos com mais de 60 anos recebem terceira dose da vacina em dezembro

A população cabo-verdiana acima de 60 anos recebe em dezembro a terceira dose da vacina contra a covid-19, anunciou hoje o ministro da Saúde, sublinhando que o país vive o “melhor momento” desde o início da pandemia.

Fonte governamental confirma Abraão Vicente como novo ministro do Mar

Uma fonte governamental que pediu para não ser identificado confirmou à Inforpress que o actual ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, vai ser o próximo ministro do Mar, substituindo Paulo Veiga que pediu demissão.

PAICV diz que Orçamento do Estado para 2022 é um “apertar de cinto” para os cabo-verdianos e uma "ameaça para as empresas"

O PAICV afirmou hoje que o aumento da carga fiscal previsto na proposta do Orçamento do Estado para 2022 representa um “verdadeiro apertar de cinto” aos cabo-verdianos e ameaça as empresas.

Governo quer concluir privatizações no setor aeroportuário em 2022

O Governo quer concluir em 2022 os processos de concessão e privatização das empresas públicas do setor aeroportuário e pretende diversificar a oferta de transporte aéreo interno, como por helicópteros ou táxi aéreo.

O equilíbrio social: um processo da construção permanente

Um alto sentido da humanidade, acompanha a esfera do equilíbrio social. Políticas que fomentam a grandeza humana, que visam o bem-estar social integral. Onde há o equilíbrio social, a visão macroeconómica exerce uma dinâmica diretamente na boa performance da vida dos cidadãos; com ênfase na construção do indivíduo, como o centro prioritário de todos os demais investimentos. Ancorada numa política que não estrangula, mas que constrói pontes, gerando equilíbrio e não discrepâncias sociais.

Orçamento Geral do Estado 2022: uma “cruz” aos mais pobres  

Considerando que o Governo não pretende mexer nas suas despesas de funcionamento, quando a crise passar, a camada mais pobre ficará ainda mais pobre porque não existem programas e políticas efetivas e eficazes de combate à pobreza e desigualdade, aliás, esse desenho orçamentário apenas reproduzirá o status quo.