Pub

jha

Janira Hopffer Almada comunicou hoje aos seus pares que não se recandidata à liderança do grupo parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

Segundo uma nota de imprensa a que a Inforpress teve acesso, a líder do PAICV fez este anúncio durante as jornadas parlamentares realizadas hoje na Cidade da Praia para a preparação dos trabalhos da sessão plenária que se inicia esta quarta-feira sob o signo do novo regimento da Assembleia Nacional.

De acordo com a nota em apreço, Janira Hopffer Almada disse que tomou tal decisão com “firmeza e coragem, convicta de que está a fazer a escolha que melhor serve o partido”.

Por outro lado, deixou transparecer que a sua decisão tem a ver com a necessidade de o partido “incrementar ainda mais a aproximação à sociedade”, tendo em vista os embates que o PAICV terá futuramente.

“O sentimento é de dever cumprido e advém do intenso trabalho desenvolvido e do nível de produtividade alcançado em que, por iniciativa do PAICV, tiveram lugar, na Casa Parlamentar, debates e interpelações sobre diversas matérias (agronegócios, educação, relações externas, diáspora cabo-verdiana, saúde, a situação económica e o mau ano agrícola)”, refere ainda a nota de imprensa, acrescentando que durante o mandato da líder cessante foram assumidas diversas declarações políticas; pedidos de criação de Comissões Parlamentares de Inquéritos (CPI) para os dossiers Novo Banco e Binter, além de pedidos de Fiscalização de Constitucionalidade (aquando da aprovação do OE para 2017 e, agora, com o Acordo SOFA).

Com Inforpress

Comentar