• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
Cabo Verde Airlines foi a companhia com mais reclamações em Portugal
Economia

Cabo Verde Airlines foi a companhia com mais reclamações em Portugal

Um relatório da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), de Portugal, revela que a Cabo Verde Airlines foi a companhia com mais reclamações no segundo semestre de 2018, por número de passageiros transportados. No geral, a CVA aparece em quinto lugar, entre todas as companhias que operam de e para Portugal.

De acordo com o documento da ANAC, o segundo semestre de 2018 registou um aumento do número de reclamações relacionadas com a prestação de serviços das companhias aéreas estrangeiras. E a Cabo Verde Airlines (ex-TACV) ficou em primeiro lugar quando se trata de reclamações por cada 1000 passageiros transportados.

A ANAC refere ainda que a transportadora aérea cabo-verdiana “registou o segundo maior aumento homólogo, em volume, com um acréscimo de 123 reclamações, posicionando-se, igualmente, como a segunda companhia aérea estrangeira com maior número de reclamações dirigidas (atrás da Ryanair). As três companhias aéreas estrangeiras com mais reclamações registadas respondem por uma parcela correspondente de 47,4% das reclamações. A proporção seguinte de 40,3% está distribuída por 20 companhias e os 12,3% remanescentes encontram-se distribuídos por 40 transportadoras que não atingiram, individualmente, mais de 10 reclamações no período em análise”.

Globalmente, ou seja quando comparado com todos os tipos de voo, a Cabo Verde Airlines aparece em quinto lugar, com 133 reclamações registadas, de Julho a Dezembro de 2018. A ex-TACV só fopi ultrapassada em reclamações dos passageiros pela TAP (3.787), Ryanair (377), Orbest (148) e Sata (135), sendo certo que estas operadores transportaram muito mais pessoas.

As maiores queixas têm a ver a o cancelamento de voos, seguido de atrasos nas partidas e chegadas, atraso nas ligações, bagagem e perda de voo.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!