• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde

Nova concessão do serviço público de telecomunicações prevê divisão da CV Telecom

O novo contrato de concessão do serviço público de telecomunicações cabo-verdiano atribuído à Cabo Verde Telecom prevê a divisão daquela empresa pública, separando a exploração das redes de telecomunicações interilhas e internacionais do serviço a retalho.

Avião da Cabo Verde Airlines regressou ao arquipélago mais de um ano depois

Um Boeing da Cabo Verde Airlines (CVA) regressou hoje ao arquipélago, mais de um ano depois de ser colocado em situação de armazenamento no exterior, o que segundo o Governo “marca a retoma dos voos” da companhia de bandeira.

Transporte aéreo:  Os últimos 5 anos e o Pós-Governo do MPD

Privatizaram TACV por nada. Apesar de todos os seus ativos, venderam 51% do TACV por menos do que o valor de 2 a 3 casas em Prainha sabendo que somente os direitos de voo para os EUA são mais do que o valor pelo qual venderam a companhia aérea. Não sabemos até à data se o governo recebeu algum dinheiro da venda porque o processo foi marcado com uma certa intransparência. O que sabemos são as promessas: 5 aviões imediatamente e 11 aviões alguns meses depois. Não tínhamos COVID-19 até 2020!? Alegaram que a privatização era o melhor negócio para Cabo Verde. Afirmaram ter resolvido...

Cabo Verde Airlines certifica Boeing para fazer regressar avião ao arquipélago

Técnicos da Agência da Aviação Civil (AAC) estão na Islândia para certificar um dos avião da Cabo Verde Airlines, colocado há um ano em situação de armazenamento devido à pandemia, para regressar ao arquipélago, disse o presidente da companhia.

Administração da Cabo Verde Airlines prepara retoma de voos mas sem prazos

O presidente da Cabo Verde Airlines (CVA) afirmou hoje que a companhia prepara a retoma de voos para a Europa e os Estados Unidos, mas não se compromete com prazos, que faz depender do processo de vacinação.

Governo autoriza quinto empréstimo à Cabo Verde Airlines. Desta vez são 1,3 milhões de contos

O Governo autorizou o quinto aval do Estado a um pedido de empréstimo de emergência da administração da Cabo Verde Airlines (CVA) no valor de 12 milhões de euros, ou seja, 1,3 milhões de contos, elevando para quase 20 milhões de euros (2,2 milhões de contos) desde novembro último.

Olavo Correia diz que Cabo Verde Airlines precisa de 15 milhões de euros para retomar operações

O vice-primeiro-ministro, e ministro da Finanças, Olavo Correia, disse hoje que só uma “intervenção pública” pode fazer a Cabo Verde Airlines (CVA) voltar a voar, após 11 meses parada, afirmando que companhia precisa de cerca de 15 milhões de euros. E o governo já avalizou mais um empréstimo de 4 milhões de euros, no Banco Cabo-verdiano de Negócios, para fazer descolar a empresa já na semana que vem.