Pub

 Carlos Anjos vs Gil Evora

A notícia é do jornal El Nueno Herald e diz que os emissários enviados por Cabo Verde a Caracas para um suposto encontro secreto com o presidente Venezuelano, Nicolás Maduro, são o ex-diretor geral do Turismo, Carlos Anjos, e o atual presidente do Conselho de Administração da Emprofac, Gil Évora.

Segundo o jornal, que é publicado diariamente em espanhol no sudeste da Flórida, os dois “cabo-verdianos chegaram secretamente à Venezuela na segunda-feira e passaram a noite no palácio presidencial, em Miraflores. A missão, escreve El Nuevo Herald, que cita fontes anónimas, mas que estarão “a par da situação”, inscreve-se nos esforços do presidente Nicolás Maduro, para fazer com que Cabo Verde “libertasse seu principal parceiro, o empresário colombiano, Alex Saab, procurado pelos Estados Unidos por lavagem de dinheiro”.

Carlos Anjos e Gil Évora, terão chegado em avião particular pelo terminal presidencial, conhecido na Venezuela como “Rampa Cuatro”.

E foi ao chegarem que se ficou a saber pela documentação que os identificava como Carlos Jorge Oliveira Gomes Dos Anjos e Fernando Gil Alves Évora.

Do aeroporto internacional de Maiquetía, os indivíduos foram levados ao palácio presidencial, escreve aquele diário, porque “eles dormiram em Miraflores, não foram alojados em hotéis”.

“Embora as negociações no Palácio tenham ocorrido a portas fechadas, as fontes disseram que elas estavam relacionadas com a luta diplomática entre Caracas e Washington sobre o pedido de extradição da Saab para os Estados Unidos e que a reunião durou até à noite”, afirma o jornal, acrescentando que “Maduro participou por videoconferência, bem como várias personalidades do Chavismo, entre as quais o Ministro do Petróleo Tareck El Aissami e o Ministro da Informação, Jorge Rodríguez.”

Comentários  

+1 # Mário Gambino 23-08-2020 04:42
Dos piratas Di Ponta Belém n'a foto. Fdm! Nhos poi foto Di Naná, Di Cabra, Di Lígia, Djon Rosário e companhia. Um matilha Di catchoris esfomeafos ta cori trás Di dineru Di Venezuela.
Responder
+1 # Jorge Bayon 21-08-2020 21:52
li algures nesse rol de comentarios um pseudointelectual, fantasiado de torga dizendo que 95% dos caboverdeanos e contra a extradição.

Não sei em que estaticas se baseou esse o cidadão que acha que para ser iluminado basta ter lecenciatura em direito.

Ora bem se isso fosse verdade ele seria uma exepção, tanto assim que acabou por meter pé na argola, com a baboseira que escreveu.
O estado de cabo verde deve levar esse assunto até às ultimas consequências.
Responder
+2 # Cabesa Riju 21-08-2020 15:53
Não bastaram os mais de 50 toneladas, não sabendo de quê, que foram importadas pela Emprofac.

O volume de 50 toneladas de mascaras, reagentes, testes, viseiras, etc. eram preciso cargueiros de tipo jumbo e não de tipo Boeing 757.

Si rapazis bai Venezuela, e pa modi es mandado. Rapazis ten cabesa riju, más, es e ca dodu.

Inda ca podi fladu sapatinha baxu sapatinha riba... storia ten ki contado tim tim por tim tim, ti fim.

Si ca contado cusas dia complica pa modi si ca libertado Alex, Maduro ta poi boca na tromboni.
Responder
+1 # Augusto Mendes 21-08-2020 15:20
O Governo de MPD, sem escrúpulo anda sempre a fazer coisas a"surdina"...Ainda manda esses dois Gajos!!!!Isso para que, não haja nenhuma descunfiança!
Responder
+2 # OVÍDIO 21-08-2020 09:27
joao bosco 21-08-2020 00:11
"Essa notícia não é fake, como alguns tentam fazer crer. É a mais pura verdade. Até o Governo não conseguiu desmentir. Vejam o comunicado do governo, onde diz "qualquer ação, contacto ou ‘démarches’ fora do quadro institucional e de representação oficial são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não vinculam o Estado de Cabo Verde”. O Governo apenas se demarca mas não desmente. Esses dois senhores vão ter muito que explicar. Alugar avião privado não é para qualquer mortal."
Responder
+2 # OVÍDIO 20-08-2020 21:33
"Recordamos que 95% dos cabo-verdianos é CONTRA o sequestro de Alex Saab". Disse Hélio Sanches, Jusrisc.
Espera-se que não seja o Hélio Sanches Advogado e De[censurado]do da Nação a apresentar esta estatística saída não se babe donde, e que assume que as autoridades Caboverdianas sequestraram o Venezuelano Alex Saab e teimam,não libertar se os emissários não conseguirem uma compensação muito significativa pelo resgate.Então, com essa estatística quer se pedir a justiça popular?
Responder
+1 # Manuel Miranda 20-08-2020 19:45
Estamos no tempo da pre-campanha e eu nesta altura não acredito em nada e muito menos naquilo que envolve os políticos.
Responder
+4 # fogo que caras ... 20-08-2020 19:41
até parece que os dois acabaram de fazer o teste da próstata com aquela doutora russa da Praia kkk
Responder
+1 # António Vieira 20-08-2020 18:08
Storia cada um ta credita na kel ke krê. É fácil pá Senhor AO na se desesperu inventa um storia sem pé nem cabeça e pá evita julgamento de processo de INPS. Ninguém é ka dodu barrido ou esquizofrénico sima escritor de novela ... Nu ta odja pa dianti.
Responder
-2 # HÉLIO SANCHES JURISC 20-08-2020 17:23
Após o Fake News dando conta de "movimentos de mercenários em aeronaves numa das ilhas da Guiné-Bissau (a uma curta distância de Cabo Verde), com malas de armas militares, para remover Alex Saab da prisão, dead or alive", os serviços secretos do Grande Satã e o serviçal, orquestram nova peça teatral, para iludir os mesmos otários.
Desta feita inventaram de que "emissários enviados por Cabo Verde a Caracas para encontro secreto com Nicolás Maduro.
Todos esse Fake News não passam de manobras, que serve apenas para enganar tolobascos, tentar influenciar os juízes do STJ e criar a falsa ideia de que o Saab é um bitxu di 7 cabeças, pelo que, terá de ser condenado, de qualquer maneira, e entregue ao grande satã.
Recordamos que 95% dos cabo-verdianos é CONTRA o sequestro de Alex Saab.
Responder
0 # E agora? 23-08-2020 12:45
Depois de todas suas verborreias serem desmentidas pelos autores que confirmaram a viagem, ainda continua acreditando em tais tolices ou pode retirar as mesmas?
Responder
+4 # Alécio Romão 20-08-2020 16:29
Srs. Desta vez sou obrigado a concordar com uma coisa. Se o governo realmente enviou emissários a Caracas, pra já fica aqui uma grande "gaffe". Não a de ter enviado, mas a não ter salvaguardada a devida necessidade de se manter tal em segredo! Porque enviar Cabo-verdianos, quando se pode enviar "portugueses? É claro que, num país onde (ainda) funcionam serviços de informação (e certamente, também de contra-informação) e com toda a onda de polémica que o caso AS está a gerar, levando a que o país, caso não fosse ainda conhecido por toda a gente graças à nossa "Cize" acabasse por ser, por força de tais circunstâncias, conhecido pelo resto do mundo. Se a chegada de dois Hamsters oriundos desse país chamaria atenção, o que dizer da de duas "ilustres" figuras, como o são CA e GE? O certo é que tal informação, a proceder, não deixará propriamente aos pulos de alegria a ultra ala desse carnaval... que sabe-se lá o que estará questionando ou cogitando a esta altura do campeonato. Creio que tal "esforço", a ter sido envidado, devidas a eventuais implicações, não devia vir a público. Com isso quero dizer que apesar de nossas "turras" este é um dos momentos em que devemos todos ser cabo-verdianos e não andarmos a cutucar (nenhuma) onça com vara curta. Sobretudo quando estamos literlamente "de mãos e pés amarrados".
Responder
+1 # Jorge 20-08-2020 16:29
Vocês acham mesmo que Cabo Verde teria essa capacidade? Paxenxa. Ainda por cima com esses dois. Ahahahahh
Responder
+2 # Rui 20-08-2020 15:57
Se o Sr. Gil Évora é irmão da Juiza do Supremo Tribunal de Justiça, a Senhora Teresa Évora Barros, tribunal este que vai decidir a extradição ou não do colombiano, o Jornal deveria esclarecer este facto. É fundamental.
Responder
0 # Fã de Amadeu Oliveir 20-08-2020 15:01
1 - Gil Évora não é irmão da Mui Veneranda Juiza Conselheira do Supremo Tribunal de Justiça, Dra. Teresa Évora???

2 - Carlos Anjos não é familiar da Meritíssimo Juiza Dra. Samira Anjos???

3- Dr. José Manuel Pinto Monteiro, Ilustre Advogado e membro da Ordem dos Advogados de Cabo Verde não é Advogado dos Juizes do Supremo Tribunal de Justiça no processo instaurado contra Amadeu Oliveira e que ficou conhecido pela designação de "Processo dos Aldrabaozecos???

Ora bem...., então está bem!!!!
Responder
0 # DEMISSÃO 20-08-2020 12:56
DEMISSÃO IMEDIATA DO GIL EVORA DO CARGO DE PCA DA EMPROFAC. SÓ ASSIM O GOVERNO PROVA QUE NÃO TEVE NADA A VER COM O ENVIO DOS DOIS PARA VENEZUELA
Responder
-1 # Vamos ser Justos 20-08-2020 15:55
Gil Évora não merece ser demitido da EMPROFAC, mesmo se vier a confirmar tal viagem. Quem deveria ser expulso da Ordem dos Advogados é quem, sendo advogado, faz circular a mensagem que quem conseguir ajudar Alex Saab receberá uma grande recompensa em dinheiro e ajudas para sua família, dentro e fora de Cabo Verde. Ora, esse tipo de aliciamento e promessas de dinheiros sem fim é que corrompe uma Nação Inteira e fragiliza as Instituições da República. Tendo em conta que a maior parte dos titulares de órgãos de soberania de Cabo Verde são pessoas espiritualmente miseráveis, pode acontecer que fiquem tentadas pelas promessas de fortunas em contas bancárias no estrangeiro, tão tentadas que podem agir contra a lei. Por isso, mesmo que o Gil Évora ja tenha caído na tentação (o que duvido), mesmo assim, a culpa não será dele mas sim dos advogados que andam a exibir "Orçamentos e Recursos Ilimitados" nesse negócio do Alex Saab
Responder
+3 # DEMISSÃO 20-08-2020 12:55
DEMISSÃO IMEDIATA DE GIL ÉVORA DO CARGO DE PCA DA INFARMA
Responder
-2 # NHU PEDRO 20-08-2020 11:58
Isso não passa de uma estratégia orquestrada pela C.I.A. e o serviçal, no sentido de ENGANAR os juízes do STJ para falsearem (como de costume) a sentença. Recordamos que a C
I.A. já tinha inventado uma suposta operação de resgate pertetrados por mercenários, para resgatar Saab. Tudo para influenciar tolobascos.
Responder
+2 # FIDJO SANTA CATARINA 20-08-2020 11:18
Os dois amigos Carlos Anjos e Gil Évora, foram de facto para caracas via Lisboa, encontrar-se com Nicolas Maduro por iniciativa própria com o propósito de ganhar algum dinheiro pensando que poderiam exercer tráfico de influencias junto de pessoas importantes em Cabo Verde no intuito de aliviar a barra do alex sab. Consta que Gil Évora é irmão de uma juiza do supremo tribunal em Cabo verde. Os dois queriam fazer a coisa na surdina, encher os bolsos, passando a perna ao sistema e se deram mal. Acredito que o governo não tem nada a ver com o envio desses dois crápulas corruptos.
Responder
+2 # John Miller 20-08-2020 13:47
Com amigos do teu tipo, quem precisará de inimigos?
Responder
+3 # Diplomacia na 2020 20-08-2020 10:38
Kuza ki Gil e Carlos ba fazi na Caracas, palacio de presidente e missao official sem conhecimento di governo cabo-verdiano? Luis Filipe fla el ka manda kes rapazes mas es estoria sta tchera fedi. Es debi ser preso na entrada e levado diretamente pa cadeia ate quando verdadi ser posto na mesa.
Responder
+5 # Daniel Carvalho 20-08-2020 09:36
NÃO QUERO ACREDITAR, DE MODO ALGUM, NA VERACIDADE DESTA NOTÍCIAS. OS NOSSOS GOVERNANTES NÃO ESTÃO HABITUADOS A DAR ATENÇÃO AOS ASSUNTOS DOS JORNAIS, MAS SE ESTA NOTÍCIA NÃO FOR CATEGORICAMENTE DESMENTIDA, AINDA HOJE SEM FALTA, ENTÃO TEREMOS MESMO QUE REPENSAR EM QUE MUNDO NÓS NÃO ESTAMOS.
Responder
0 # Caboverdiano 23-08-2020 01:39
Só agora?
Responder
+1 # Álvaro 20-08-2020 09:56
A notícia foi desde ontem desmentida através de um comunicado do MNE
Responder
-1 # Álvaro 20-08-2020 09:30
Cada dia que passa mais atormentado e triste com o assumir de determinadas posições no meu país. Se é para matar todo o mundo mata sem dar ao trabalho do pecado que comete, se é para condenar todo mundo condena mesmo que o tribunal descondene, se é para colocar chifres e rabos todo o mundo coloca por mais respeito e dignidade que merecem os sujeitos, se é para caluniar, difamar chamar ladrão lá estão as mesmas corjas a dar palmas aplaudir mesmo sabendo que se trata de linchamento pessoal e político. Quo vadis. Justiça e Moderador do sistema social e político.Daqui a pouco estaremos como animais selvagens a comer uns aos outros.
Responder
+2 # Josecarloa 20-08-2020 08:49
Eles foram extorquir dinheiro ao Governo de Venezuela. São bandidos da primeira linha.
O Governo de EUA que se ponha a pau.
Responder
+4 # Samira 20-08-2020 08:49
Claro que este caso é politico nada tem haver com a justiça, as autoridades de cabo verde meteram num imbroglio e isso cheira, corrupção, bandidagem, extorsão em nome da justiça, se esta noticia for verdade é caso para dizer que estamos a ser governado por gangster e de malandros, bandidos
Responder
+6 # Paulo VARELA 20-08-2020 07:23
So não entendi o que tem a ver o gestor da emprofac com a justiça, diplomacia e com a politica Caboverdiano?
Responder