• Praia
  • 29℃ Praia, Cabo Verde
RTC impede cabo-verdianos de seguir o jogo dos tubarões azuis contra África do Sul
Entrelinhas

RTC impede cabo-verdianos de seguir o jogo dos tubarões azuis contra África do Sul

Para quê pagar as taxas da RTC? Onde está o serviço público de comunicação social? Os cabo-verdianos não merecem acompanhar a sua selecção? Os nossos jogadores não merecem o apoio da nação? Onde está o ministro dos Desportos?

Questões que exigem respostas. Porque o jogo acontece hoje às 16 horas de Cabo Verde. A selecção cabo-verdiana já se encontra em África do Sul. Tudo está, pois, a postos para o jogo. No entanto, a RTC não enviou um único jornalista para transmitir a partida aos cabo-verdianos.

O país fica assim impedido de seguir e apoiar os seus jogadores, numa das partidas mais importantes neste processo de apuramento de Cabo Verde para o mundial de 2018, que acontece na Rússia.

É uma atitude de descaso e desrespeito para com um povo que paga os seus impostos para alimentar uma empresa, cuja missão é assegurar o serviço público de comunicação social a todos os cabo-verdianos.

Quem fala de impostos, pode também falar de taxas de RTC que são cobradas directamente nas facturas de energia e água. E como taxas são cobradas como contrapartida de um serviço prestado, muitos colocam a questão da oportunidade e legitimidade do pagamento das mesmas, já que o serviço público de comunicação social tem sido prestado de forma defeituosa.

Os cabo-verdianos merecem outro tratamento, sobretudo porque têm cumprido com a sua parte - que é carregar nas costas uma empresa cuja missão é assegurar-lhes um serviço de comunicação social  promotor da cidadania, vinculado à satisfação colectiva.

Partilhe esta notícia

SOBRE O AUTOR

Redação

    Comentar

    Inicie sessão ou registe-se para comentar.

    Comentários

    • Este artigo ainda não tem comentário. Seja o primeiro a comentar!