Pub

jogos de praia

Em causa, suspeitas de crimes de peculato e infidelidade administrativa de mais de três mil contos.

A Polícia Judiciária, através da Secção Central de Investigação de Crimes Económicos e Financeiros– SCICEF –, em cumprimento de um mandado do Ministério Público, deteve, esta quarta-feira, 03, fora de flagrante delito, a Directora Financeira da Comissão Organizadora dos Jogos Africanos de Praia, por suspeita de crimes de Peculato e Infidelidade Administrativa no valor superior a três mil contos.

Segundo um comunicado da instituição, a arguida foi contratada para o cargo em Dezembro de 2018, tendo os referidos jogos sido realizados recentemente na Ilha do Sal, com a participação de vários países entre os quais Cabo Verde.

A PJ informa ainda que a detida será presente, no prazo legal, ao Tribunal da Comarca da Praia, para efeito do primeiro interrogatório de arguida detida e aplicação de medida de coação pessoal.

Comentários  

0 # Bento Fortes 05-07-2019 15:11
e o cajò, carlos dos anjos, que comeu dinheiro na orfanizaçao dos premios do turismonem 2017, nao vai a cadeia?
Ou cadeia è so para alguns?
.ª Gala Cabo Verde Tourism Awards teve lugar na ilha do Sal, no dia 30 de setembro 2017
Responder
0 # Jose Lopes’ 04-07-2019 13:39
Okay
Responder
0 # Jose Lopes’ 04-07-2019 13:37
Sabemos que haverá uma investigação para apurar verdades. Por isso confiamos na justiça antes de ser politizado.
Alguém há de pagar. Espero que o suspeito não seja inocente, por que senão é bruxaria contra feiticeiro.
Responder
0 # nos de fogo 04-07-2019 10:47
E nhos devia poba tb nome do individuo que é Nair Semedo..
Responder
+1 # Zikipa 03-07-2019 23:53
Finalmente a Justiça começa a fazer-se sentir na res pública das bananas. Uma dica, a PJ podia investigar o contrato de logística que o ministério do desporto do Elísio deu de bandeja à greenstudio (a produtora dos tempos de antena do mpd) sem concurso e sem chance de concorrência.
Responder
0 # Manuel Miranda 03-07-2019 21:58
Ah IA IA..O bicho pegou..
Responder