Pub

doenças renais 1

O especialista em Nefrologia, no Hospital Dr. Agostinho Neto Hélder Tavares considerou hoje que tem observado todos os anos um aumento médio de vinte a trinta casos por ano.

No âmbito do Dia Mundial do Rim, sob o tema “Saúde dos rins para todos”, o especialista Hélder Tavares, em declarações à Inforpress, adiantou que o Hospital da Praia regista cerca 30 casos de doença renal por ano numa média de 360 pacientes vistos em consulta durante o ano.

“O nosso serviço presta tratamento de diálise a cerca de 152 pacientes e vimos em consulta semanalmente cerca de 15 pacientes ambulatórios, isso sem contar com os que já estão em tratamento, e todos os anos observamos um aumento médio de vinte a trinta casos por ano”, telatou o especialista em Nefrologia, Hélder Tavares.

Dia Mundial do Rim é comemorado na segunda quinta-feira do mês de Março, este ano a 14, e a data tem como objectivo aumentar a consciencialização das pessoas sobre a crescente presença de doenças renais e a necessidade de estratégias para a prevenção.

O especialista considera a importante assinalar a data do Dia Mundial do Rim, pois acredita ser de extrema importancia o alerta as pessoas para a prevenção e tratamento da doença renal.

Este alerta e cuidados, segundo o especialista em Nefrologia, “deve ser levado em consideração”  visto que em Cabo Verde a tendência é para o aumento de número de casos a cada ano que passa.

Recordando algumas funções dos rins, Helder Tavares diz que “uma das funções dos rins é a filtragem das toxinas do nosso sangue, que são eliminadas do corpo por meio da urina. Quando os rins não são capazes de filtrar mais o sangue, é necessário que o paciente passe por diálise”, comentou o especialista.

O mesmo lembrou que os doentes hipertensos, diabéticos e obesos, com medicação que afectem os rins ou que tenham familiares com problemas renais, são as mais propensas a desenvolver este tipo de doença.

Uma outra função dos rins, explicou, é o controlo da pressão arterial, pelo que quando os órgãos não funcionam adequadamente há uma elevação na pressão arterial que, por sua vez, piora a disfunção renal.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar