Pub
Por: TSF

Janine Lelis

A ministra da Justiça e do Trabalho, Janine Lélis, dirige esta segunda-feira, 28, na cidade da Praia, a sessão solene de encerramento do Projecto de Apoio à Aplicação Efectiva das Normas Internacionais do Trabalho, no âmbito do SPG+.

O Projecto de Apoio à Aplicação Efectiva das Normas Internacionais do Trabalho enquadra-se no regime especial de incentivo do Sistema de Preferências Generalizadas da União Europeia (SPG +), o qual estabelece preferências vantajosas para os países em desenvolvimento que se comprometem a ratificar e aplicar as 27 principais convenções internacionais em matéria de direitos humanos e laborais, protecção do ambiente e boa governação.

Trata-se de um projecto que, entre outros objectivos, visa reforçar a capacidade institucional do Governo e dos parceiros sociais para aplicar tais convenções, especialmente as oito convenções fundamentais adoptadas pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que abordam temas como liberdade de associação, trabalho forçado, trabalho e igualdade e não discriminação, e apresentar os respectivos relatórios.

O Projecto de Apoio à Aplicação Efectiva das Normas Internacionais do Trabalho é financiado pela União Europeia e executado pela OIT.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar