Pub
Por: Redacção

eleicoes legislativas 2019 1

A Direcção Nacional do MpD, reunida no passado dia 1, encomendou uma sondagem para medir a popularidade de todos os 18 presidentes de Câmara liderados pelo partido ventoinha antes de decidir se apoia ou não a sua recandidatura para as eleições autárquicas de 2020.

Já está no terreno desde o dia 2 de Novembro uma equipa de inquérito encomendada pelo MpD para sondar as propabilidades de reeleição dos seus 18 presidentes de Câmara nas autárquicvas de 2020.

A decisão, segundo fontes de Santiago Magazine, saiu do encontro da DN, realizado no passado dia 1, e abrange todos os presidentes incumbentes, ou seja, os actuais autarcas que estão à espera de verem confirmada a sua recandidatura pelas listas do MpD. E tendo conta as disputas internas em diversos municípios (como São Domingos, onde são vários os pretendentes da esfera ventoinha para substituir Clemente Garcia, actual edil), o partido optou antes por encomendar esta sondagem de forma a medir o índice de popularidade dos presidentes incumbentes e só depois escolher o cabeça de lista para cada concelho. Ou seja, nenhum dos outros potenciais concorrentes pelo mesmo partido estão a ser sondados pelo MpD.

Na verdade, segundo Santiago Magazine ficou a saber, esta sondagem pretende comparar a probabilidade de reeleição dos presidentes incumbentes em relação aos putativos candidatos do PAICV. A pergunta será do tipo: entre o actual presidente de Câmara e estes potenciais candidatos do PAICV, qual preferes?

Se o incumbente, ainda que com elevada taxa de rejeição interna, tiver uma percentagem mínima para vencer a candidatura adversária será nele que o MpD irá apostar para nova candidatura, como de resto, diz o regulamento do partido, aprovada pelos militantes.

Há, todavia, concelhos onde esta receita pode não resultar como o esperado. É o caso de Santa Catarina de Santiago, onde o Beto Alves não goza do apoio da Comissão política local, e São Domingos, cujo lugar de presidente de Câmara está a ser concorrido por pelo menos seis pretendentes, incluindo o actual edil, todos da esfera do MpD. E aqui a divisão interna parece bem mais acentuada.

Recorde-se que o MpD detém 18 das 22 Câmaras Municipais do país. Das restantes quatro, duas (Santa Cruz e Mosteiros) são do PAICV e outras duas (Boa Vista e Ribeira Brava, em São Nicolau) são independentes.



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentários  

0 # MPD 19-11-2019 02:20
Tarrafal de Santiago.
O presidente deve manter.
A Câmara Municipal e Assembleia estão funcionando bem e funcionará ainda melhor se o De[censurado]do Nacional do MPD José Soares fosse menos atrevido e deixar o homem trabalhar. Todos sabemos que assim como São Domingos, Tarrafal já tem alguns nomes que já se manifestaram. Contudo penso que uma das pessoas indicadas que poderia substituir o atual Presidente seria Marcelo e Abraão Borges. 1 para Assembleia e outro para Câmara . A meu ver a Câmara deve manter com o atual presidente.
Responder
+2 # Antonio Cruxa 08-11-2019 18:36
O MPD não esta a pensar que vai vencer as eleições com Beto Alves em Santa Catarina. Um Presidente que muito cedo se incompatibilizou e passou mandato inteiro a perseguir o Partido Local (Comissão Politica e JpD).
Beto mandato inteiro Tudo que é "ALA FRANCSICO" ele perseguiu, humilhou e sobretudo Francisco que lhe deu emprego, lhe promoveu e colocou no presidente da Câmara. Quem ganhou eleição em Santa Catarina em 2016, não foi Beto, mas sim Francisco, todos nós sabemos disso. Se Ulisses colocar beto a Candidatar, o MpD já perdeu Santa Catarina definitivamente, e é uma pena, porque legislativa fica em risco.
Responder
+1 # Pedro da Lomba 08-11-2019 10:36
As vezes eu pergunto, qual e a sensação do Clemente Garcia, a quando da Reunião nos Picos com todos os precedentes de câmara. o gajo estava tudo tímido tentar mostrar que esta tudo bem no nosso concelho com o seu sorriso e discurso sínico. O MPD não esta a pensar que vai vencer as eleições com Clemente Garcia. Por mas analfabeto que seja a população de Sao Domingos, por mais MPDista que seja a população de Sao Domingos, o povo já avaliou, reavaliou a prestação do Clemente Garcia. E hora de dizer basta. Há outras pessoas que queiram dar o seu valioso contributo para São Domingos.
Responder
+2 # Paulo Furtado 08-11-2019 10:27
Em São Domingos, já se sabe que ninguém quer Clemente Garcia, nem mesmo os militantes ferrenhos do MPD, pois o desmando, o descalabro e a intransparência, e a ma governação fala por si. Qualquer resultado da sondagem a favor do Clemente Garcia, podem constatar que é uma fraude. O MPD pode escolher o candidato que quiser, mas quem manda em São Domingos não é o MPD, mas sim o povo, nós vamos escolher o nosso próprio candidato. Porque o Movimento Para Democracia, não esta a escolher candidatos para trabalhar para o desenvolvimento do nosso concelho , mas sim esta mas interessado em ganhar as eleições , que se lixe o povo
Responder
-2 # Antero Cardoso 08-11-2019 08:20
No PAICV, já se sabe: na equipa que perde não se muda.
Responder