Pub

Programa Diversidade

A União Europeia vai apoiar cerca de 400 projectos no âmbito do programa “Diversidade” a nível dos seis países africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste, anunciou hoje o coordenador do programa em Cabo Verde.

Guilherme Bragança, técnico do Projecto Procultura PALOP-Timor-Leste em Cabo Verde falava em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de apresentação deste programa, no Centro Cultural Português, na Cidade da Praia.

“Com o Diversidade, espera-se poder apoiar cerca de 400 projectos em todos os PALOP e Timor-Leste. Portanto, é uma meta bastante ambiciosa e o projecto, no seu todo, tem vários indicadores a nível da criação de emprego em todos esses países, mas também a formação de reforço das capacidades dos agentes culturais, dos artistas, da mobilidade”, precisou.

Avançou que este projecto de apoio a pequenos projectos culturais, e que está aberto a iniciativas de vários sectores culturais, vai financiar programas de dois 2000 euros, até um montante máximo de 20 mil euros.

O programa está orçado em 600 mil euros e cada país deverá ter um fundo de 100 mil euros, que será gerido ao longo de todo o projecto, isto é, até 2023, ajuntou.

Este programa é subvencionado no âmbito do projecto europeu Procultura PALOP-TL- Promoção do Emprego nas Actividades Geradoras de Rendimento no Sector Cultural nos PALOP e Timor-Leste, financiado no valor de 19 milhões de euros pela União Europeia, co-financiado e gerido pelo Camões, IP, em parceria com a rede de Institutos Culturais Europeus (EUNIC).

As candidaturas para este programa, que já estão abertas, têm um prazo até Setembro de 2023 e alinha-se a todos os sectores, seja público, privado ou sociedade civil dos países PALOP (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) e Timor-Leste.

As prioridades, salientou, serão dadas aos s jovens, às mulheres, às zonas com mais desafios, à criação de emprego e à melhoria das condições de vida das pessoas.

Guilherme Bragança avançou ainda que em Abril serão lançadas mais três subvenções na área de música e artes cénicas, na área de literatura infanto-juvenil, que irão possibilitar dois parceiros do PALOP-TL trabalharem em conjunto.

Em Cabo Verde, Diversidade é gerido pelo Centro Cultural Português, na qualidade de membro da rede de Institutos Culturais Europeus (EUNIC)

Com Inforpress



APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

A crise na imprensa mundial, com vários jornais a fechar as portas, tem um denominador comum: recursos financeiros. Ora, a produção jornalística, através de pesquisas, entrevistas, edição, recolha de imagens etc. Tem os seus custos. Enquanto está a ler e a ser informado, uma equipa trabalha incessantemente para levar a si a melhor informação, fruto de investigação apurada no estrito respeito pela ética e deontologia jornalisticas que caracterizam a imprensa privada, sobretudo.

Neste momento em que a informação factual é uma necessidade, acreditamos que cada um de nós merece acesso a matérias precisas e de interesse nacional. A nossa independência editorial significa que estabelecemos a nossa própria agenda e damos nossas próprias opiniões. O jornalismo do Santiago Magazine está livre de preconceitos comerciais e políticos e não é influenciado por proprietários ou accionistas ricos. Isso significa que podemos dar voz àqueles menos ouvidos, explorar onde os outros se afastam e desafiar rigorosamente aqueles que estão no poder.

Portanto, se quiser ajudar este site a manter-se de pé e fornecer-lhe a informação que precisa, já sabe que toda contribuição do leitor, grande ou pequena, é tão valiosa. Apoie o Santiago Magazine, da maneira que quiser, podendo ser através da conta nº 6193834.10.1 - IBAN CV64 000400000619383410103 – SWIFT: CANBCVCV - Correspondente: TOTAPTPL - Banco Caboverdeano de Negócios - BCN, ou por meio deste dispositivo do PayPal.


APOIE SANTIAGO MAGAZINE. APOIE O JORNALISMO INDEPENDENTE!

Comentar