Pub

 

Após três semanas de fora por lesão, o internacional cabo-verdiano Djaniny Tavares regressou aos relvados este final de semana, na derrota do Santos Laguna por por 3 x 2 e perdeu, assim, a liderança para o Toluca que bateu os Lobos B.U.A.P por 2 x 1 e tem agora 27 pts, um a mais do que o clube de Djaniny. O cabo-verdiano não marcou, mas esteve em bom plano, ele que começou no banco a partida.

Djaniny que falhou as três últimas partidas do Santos Laguna por lesão no “músculo externo da perna esquerda”, parece, felizmente, estar recuperado, e foi opção para o treinador diante do Atlas (17º lugar, 10 pts) que apesar de estar em penúltimo neste «Torneo Clausura» entrou forte na partida a contar para a 13ª jornada e na primeira parte já vencia por 2 x 0.

A equipa de Guadalajara chegou mesmo a conseguir chegar aos 3 x 0, perante mais de 27 mil adeptosa jogar em casa, aos 51 minutos de jogo numa grande penalidade e as coisas viriam a complicar-se para o Santos Laguna com a expulsão do meio-campista, o paraguaio Osvaldo Martinez, aos 56 m.

Entretanto, contra as previsões, esta fase coincidiu com o melhor momento do Santos na partida, muito disso devido à boa exibição de Djaniny que esteve na origem do segundo golo do argentino Julio Furch, que aproveitou recarga na sequencia de belo lance individual de Djaniny defendido pelo guarda-redes adversário, com a bola a sobrar para Furch que só teve de chutar para a baliza.

O Argentino, que na ausência do cabo-verdiano tem evidenciado boa forma, marcou em todas as três partidas que não jogou Djaniny e bisou em duas dessas ocasiões, incluindo esta ultima partida, já que foram do argentino os dois tentos frente ao Atlas.

Contudo, a derrota, como se vê, atira a equipa para o segundo lugar e coloca no encalço do Santos o Tigres que goleou o Leon por 4 x 1 e está agora a um ponto de Djaniny e companhia, com 25 pts, quando faltam quatro jornadas para o fim desta fase regular e início dos playoffs deste «Torneo Clausura».

Não obstante ter assegurado uma presença nos playoffs, o Santos Laguna não vai querer abrir mão do 1º lugar para que possa, na teoria, defrontar a 8º e última equipa na fase eliminar.

O Santos Laguna volta a competir na referida prova no próximo dia 8 de abril, diante do 11º classificado, o Queretáro (16 pts).

Djaniny continua a liderar lista dos goladores

Curiosamente, o francês Guignac não faturou na supracitada goleada do Tigres sobre o Leon e mantém-se com 8 golos no segundo lugar na lista da artilharia da competição liderada por Djaniny que continua com 12 golos, agora em 11 partidas disputadas. Quem aproveitou foi o colombiano Julian QUiñones do Lobos B.U.A.P na derrota por 1 x 2 com o, agora líder, Toluca.

Veja o resumo da partida aqui:

Comentar